Notícias

Previsão de esfriamento da Terra deve impactar a produção de Feijões, Pulses e Colheitas Especiais

Previsão de esfriamento da Terra deve impactar a produção de Feijões, Pulses e Colheitas Especiais

06/07/2018

Informação é do professor Luiz Carlos Molion, que vai ministrar palestra sobre as perspectivas do clima para 2018/2019 e as tendências para os próximos anos no VI Fórum Brasileiro do Feijão, Pulses e Colheitas Especiais

O produtor de Feijão e Pulses vai para o campo com os dados técnicos e de olho no clima. Temperatura e umidade influenciam diretamente no desempenho da lavoura. Cada tipo de cultivo tem a sua peculiaridade, ainda mais no Brasil, que possui três safras relacionadas ao Feijão: a chamada das águas, a seca e a de inverno. Elas são trabalhadas em diferentes meses do ano em cada região do País, justamente em função das diferenças do clima em um território tão extenso.

Por isso, a previsão de clima para uma safra não pode ser única para o Brasil. Quem planta Feijão e Pulses no Rio Grande do Sul, por exemplo, vai enfrentar uma distribuição de chuvas bem diferente do produtor que está no Centro-Oeste. A ressalva é do meteorologista e professor da Universidade Federal de Alagoas (UFAL) Luiz Carlos Molion, pós-doutor em hidrologia de florestas pelo Instituto de Hidrologia na Universidade da Inglaterra e PhD em meteorologia pela Universidade de Wisconsin (EUA).

De acordo com ele, para o período entre outubro de 2018 e março de 2019, há previsão de redução de chuvas entre 10% a 30% nos Estados de Minas Gerais, Goiás e Mato Grosso. Já para a Região Sul, a estimativa é de precipitações acima da média histórica, em até 20%. “O restante do País deve ter chuvas em torno da média”, afirma.

No entanto, todos os produtores, independentemente de cultura, devem estar preparados não apenas para as perspectivas do clima para a safra 2018/2019. Além desse panorama, Molion vai apresentar durante o VI Fórum Brasileiro do Feijão, Pulses e Colheitas Especiais – que será realizado em Curitiba (PR) entre os dias 15 e 17 de agosto – as tendências para os próximos anos.

Na avaliação do presidente do Instituto Brasileiro do Feijão e Pulses (IBRAFE), Marcelo Eduardo Lüders, ter acesso a pesquisas como a desenvolvida pelo professor Molion é fundamental para o planejamento dos produtores. “Temos monitorado a taxa de sucesso deste cientista e entendemos que o setor precisa ouvi-lo”, afirma o porta-voz do Instituto.

“Fala-se muito de que as temperaturas vão aumentar, com base em resultados obtidos por modelos de clima globais. Mas eles não representam de forma razoável a atmosfera e os processos do clima. Fala-se de futuro em um cenário imaginário. Se esses modelos não conseguiram prever com precisão a seca de 2014 na região Sudeste, como podem ser confiáveis para determinar como será o clima daqui a 30, 60 anos?”, questiona o pesquisador.

Molion afirma que dados referentes a três fatores mostram que deve acontecer o contrário com a Terra, ou seja, as temperaturas devem diminuir. O professor cita que o sol entrará em uma baixa atividade, emitindo menos radiação entre os anos de 2020 e 2032; haverá mais cobertura de nuvens, conforme mostram dados de satélites; e, com menos radiação solar, as temperaturas dos oceanos vão baixar – e eles ocupam 70% da superfície da Terra. Essa combinação vai resultar, de acordo com ele, no resfriamento do planeta. “A estimativa é uma diminuição na temperatura de 0,2 ou 0,3 graus”, aponta.

Como consequência, os invernos serão mais intensos e haverá redução na quantidade de chuvas. “O impacto será maior nos cultivos de inverno, especialmente na região Sul. Eles ficarão mais sujeitos a geadas, que poderão interferir nas lavouras. Haverá riscos de geadas mais severas”, alerta o professor, salientando que o produtor deverá estar sempre em alerta para o comportamento do clima e as suas alterações.

A palestra de Luiz Carlos Molion integra a edição 2018 do Fórum Brasileiro do Feijão, Pulses e Colheitas Especiais, que será realizado na Expo Unimed Curitiba, de 15 a 17 de agosto. A programação completa pode ser conferida no site www.forumdofeijao.com.br.

 

Assessoria de Imprensa
VI Fórum de Feijão, Pulses e Colheitas Especiais
Interact Comunicação e Assessoria de Imprensa

Juliane Ferreira – (41) 9 9997-2971
juliane@interactcomunicacao.com.br

 

Notícias Relacionadas